9.5.08

Os não lidos

Da mesma maneira que existem aqueles autores que "não li e não gostei", como gostava de dizer Oswald de Andrade, há também autores que admiro mesmo sem ter lido. E existe ainda uma segunda categoria - sem trocadilho: os autores que admiro tendo lido um livro apenas, ou um conto - uma entrevista, até mesmo uma notícia, que seja. É algo que fica entre a admiração literária e a simpatia. O escritor espanhol Enrique Vila-Matas é um deles.

De Vila-Matas li apenas um livro, A viagem vertical, publicado pela Companhia das Letras - editora que publicou quatro de seus livros, no Brasil. Tenho em casa somente Exloradores del abismo, recentemente publicado em Barcelona, mas nunca consegui tempo para a leitura. Para falar a verdade, li apenas parte da primeira narrativa, umas 10 ou 15 páginas, logo que ganhei de presente, e depois foi esquecido na biblioteca de não lidos. Não por desgosto, muito pelo contrário. Dizem que Bartleby e Companhia também é um excelente livro. Deste, li menos ainda - somente as duas primeiras páginas, enquanto esperava um amigo, certa vez, na Biblioteca do SESC - mas lembro que também gostei.

Vila-Matas está sendo muito prestigiado em vários países do mundo. Faltaram lugares em uma conferência que realizou em Barcelona, no final do ano passado. ... E lembro de Vila-Matas agora porque acabo de encontrar esta longa entrevista, cheia de respostinhas sutis, irônicas e inteligentes, publicada no jornal Rascunho, por ocasião do lançamento de Paris não tem fim. Fica a sugestão. Quanto a mim, vou deixar de ler entrevistas e pelo menos terminar a primeira narrativa de Exploradores...

3 comentários:

Lê. Andro disse...

Também tenho destas. E quem não tem, não é verdade? As genialidades não cabem numa vida.

Gostei muito do blog! Leia minhas Cartas ao Corpo.

www.cartaaocorpo.blogspot.com

Abraço!

Victor da Rosa disse...

Obrigado, Leandro. Passarei no Carta ao Corpo. Outro abraço!,

Í.ta** disse...

Grande, Victor!
Amei a entrevista, cara! Levarei para minha professora de literatura e orientadora de pesquisa. Vou relê-la, certamente. Para isto imprimirei, para facilitar os rabiscos e anotações ^^

abraço,
Í.ta**