4.9.08

Frases de ônibus I

Há um personagem do Villa-Matas que anota frases que ouve no ônibus. Não é nada original, mas dá certo. Acho que as pessoas que andam de ônibus são bem loucas, de maneira geral, e dizem frases excelentes. Às vezes é melhor andar de ônibus do que ler poesia, por exemplo. Então agora eu também passei a anotar. Até porque faz tempo não escrevo um poema que preste. Pouco original, mas dá certo etc.

Já tenho duas.

A primeira eu ouvi faz uns dias. Era perto das dez da noite e o ônibus parou no ponto do Shopping Beiramar. Quando o ônibus para no ponto do Shopping já dá pra preparar o bloco de notas porque certamente vem alguma coisa boa. (Porém meu conselho para os futuros anotadores de frases de ônibus é que nunca fiquem em uma posição de espera, pois os grandes momentos devem aparecer naturalmente). Então eu ouvi esta, meio de passagem, de uma garota muito eufórica: “Ele era loiro e alto, ai guria, lindo, lindo, um francês...” O que eu mais gosto nesta frase é que nunca soube ao certo o que significa a palavra "francês" - se é um adjetivo ou um substantivo, por exemplo.

A outra foi hoje. Depois de um curso na Universidade, cansado, peguei o UFSC em direção ao Centro. Não queria prestar atenção em nada, só olhar a janela, mas quando sentei - logo na sequência - passei a ouvir um garoto falando no celular de um modo que me chamou atenção. Estava no banco de trás. Ele falava baixinho, com um tom queixoso, provavelmente para que ninguém do ônibus ouvisse - talvez por isso eu tenha logo me interessado - mas cada palavra vinha certa no meu ouvido: “Eu estava pensando em uma coisa assim só nós. Nas últimas vezes a gente saiu com os outros, foi legal, tudo, mas é bom intercalar às vezes, né?... Oi?... Não, não, eu sei que foi bom, os teus amigos são legais, mas a gente podia também ir num barzinho com música ao vivo, só nós, ou jantar, alguma coisa mais assim nós dois.”

O que eu mais gosto das frases de ônibus é que ficamos depois tentando constituir um contexto. Neste caso a coisa ficou óbvia, porém não deixa de ser um bom exercício para a imaginação.

2 comentários:

regina disse...

Achei teu blogue hoje, via Brugge...
Também gosto de xeretear assim, e ficar imaginando coisas...
bj.

Victor da Rosa disse...

hm, conheço três reginas, mas tudo bem.