7.1.09

Defesa do beijo no elevador

Há poucos lugares tão lindos para o beijo como o elevador do próprio prédio. Não digo dos prédios comerciais, mas o elevador do prédio em que a gente mora. Para quem mora no 10º, 11º andar, então, um tempo inteiro pela frente, um tempo que poderia ser de tédio, mas acaba sendo um tempo que se transforma em um beijo longo e apaixonado. Para quem mora no 3º também vale, um selinho ou um cafuné. Em outras palavras, uma espécie de prefácio para o amor.

Acontece que no prédio da minha namorada agora colocaram câmera de vigilância em tudo, inclusive no elevador.

E ela fica com vergonha do porteiro.

Que agora tem outro nome: voyeur.

Para dizer o mínimo, achei uma falta de sensibilidade da síndica. Então escrevi uma carta a ela, dizendo da reclamação e, para ela não pensar que se trata de uma pura reclamação, oferecendo também um projeto de elevadores para casais apaixonados. Que tomou a forma mesmo de um manifesto: luz baixa, banquinho estofado, frigobar com uns birinights, velocidades variadas e espelho no teto.

Agora estou no aguardo da resposta. Caso responda, publicarei sua carta no blog.

Nenhum comentário: