23.1.09

Um mal-entendido

Um crítico de poesia local, em resenha sobre um poeta contemporâneo, escreve que não pode haver relação entre poesia e guerra, que são duas questões absolutamente dissociadas. Na segunda-feira, relendo sua resenha, o crítico lembra de Homero. Na semana seguinte desmente.

Nenhum comentário: