24.4.09

Branco, muito branco

Às vezes ele tem convicção plena de que morrerrá antes dos trinta. Chega a pensar, por um lado, que a vida depois dos trinta deve ser um pouco patética mesmo. Morrerá de algo raro, não será em nenhum acidente, por exemplo, pois se arrisca pouco. Talvez o coração lhe falte, sente que falha, ele tem o coração fraco. Por exemplo, no último final de semana sua avó disse que ele estava branco, muito branco. Soube depois pela mãe. Há momentos inclusive em que ele tem inconsciência disso, às vezes pensa como se fosse mesmo assim, pode nem se dar conta.

Nenhum comentário: