24.4.09

Susan Boyle e o erro de cada um

O que garante o sucesso de um vídeo como o de Susan Boyle - um dos vídeos mais visitados do Youtube nos últimos dias, aqui - não é a mise-en-scène em torno de sua voz, mas o discurso próprio contra o qual toda a idéia do vídeo pretende se posicionar: o discurso do preconceito. Em outras palavras, o sucesso e o riso são garantidos apenas porque temos outra possibilidade de reafirmação dos nossos preconceitos. A diferença é que agora Susan Boyle canta pra diabo, mas continua sendo uma gordinha estranha - ou um monstro, mesmo, como escreveu Daniel Link. O vídeo quer ser uma errata, apontando o preconceito do público e do jurado enquanto um erro, realizando a devida correção, mas a nossa posição acaba não sendo muito diferente - como esta mulher tão feia pode cantar tanto? O próprio funcionamento da errata não consegue ultrapassar uma ambiguidade que é fundamental: corrigir o erro, apontar o erro.

5 comentários:

Anônimo disse...

O vídeo é um equívoco só. Primeiro porque a mulher é sim vulgar, muito embora cante bem. Segundo porque o preconceito só ocorre no final, quando os jurados falaram sobre o próprio preconceito. Ora, se alguém dá uma reboladinha daquele jeito, não está assumindo seu lado cretino? Terceiro, pode cantar bem, mas com aquela cara não fará sucesso. Finalmente, é sempre possível julgar um livro pela capa. Se a lombada for muito redondinha, não compre, é best-seller.

Compulsão Diária disse...

Prabéns pelo texto. é tudo que eu pensei mas não consegui tornar escrito.Qto mais as pessoas que blogaram sobre "o fenômeno" advertiam sobre sua postura contra o preconceito mais se revelavam preconceituosas. Pra mim isso é a consequência da memética que infecta a blogosfera. Susan Boyle tornou-se um MEMe, reparou?


no meu blog http://cd-ladob.blogspot.com
fiz um postado sobre Meme. E vou linkar este texto sei lá, se vc me der autorização

compulsaodiaria@gmail.co.

Poesia Hoje disse...

No ar, mais um post campeão de audiência.

Anônimo disse...

o primeiro comentário desse anônimo é pura idiotice. diria que é de um idiota que pensa saber de alguma coisa. o que é ser vulgar? precisa fazer sucesso para ter talento? quanto idiotice em poucas palavras. não me contive diante de tanta estupidez. desculpe.

Anônimo disse...

Acredotp que pessoas como esse do 1 comentário do anônimo são aquelas recalcadas e extremamentes invejosas, que se incomodam com o sucesso dos outros, e cretino não é susan boyle e sim o comentário infeliz que ele postou...