10.5.09

contradições (II)

c: depois de secar o avaí, logo mais, vou comentar o teu texto

v: como assim, secar o avaí de nova york?

c: vejo na internet, ao vivo

v: isso não existe, deixa de ser maluco

c: ontem sequei o figayra, mas não adiantou

v: grande figueira, líder isolado invicto

c: ganhou na sorte, como sempre

v: mas não precisamos mais secar o avaí, o catarinense já acabou

c: isto é a mais pura verdade

v: você já viu os primeiros jogos do avaí fora de casa?

c: não, quais são?

v: flamengo no maraca, são paulo no morumbi, internacional no beira rio, uma coisa assim

c: não irei perder o jogo hoje, o avaí vai levar ferro

v: mas você está em nova york e hoje é sábado

c: o avaí vai tomar uma paulada em casa, vai ser bonito; o marquinhos não vai jogar

v: o cara é boleiro

c: o time do criciuma é ruim, mas o avaí é pior, não gosto do avaí

v: sim, mas me fale como vão as coisas aí

c: e o figayra não sobe

v: deixa de ser secador

c: já o tricolor mais preto desse país, preto de carvão, será campeão da serie c mais uma vez

v: você está cego

c: criciúma deveria ser proibido de cair, só cai pra ser campeão; daí eles colocam aquelas estrelas de terceira divisão na camiseta

v: futebol catarina não vale nada

c: fico puto

v: mas me diz, como vão as coisas aí?

c: eu sou louco por futebol, não tem jeito, vejo até as notícias do brusque

v: você viu o jogo do barcelona?

c: eu só vejo futebol barriga verde, fico olhando o clicrbs

v: você está louco

c: hoje não saio de casa para secar o avaí, não tem jeito, já tentei mudar

v: meu amigo, por favor

c: entre t.s. eliot e futebol, escolho o meu tigrão

v: ok, vou dizer pra todo mundo

c: que isso, não conta pra ninguém

v: vou colocar no blog esta merda

c: tadinha da m., cara

v: o que tem ela?

c: ela está até torcendo pro criciúma

v: meu deus

c: pra me ver feliz, sabe?

v: mulher desta aí não existe

c: mas, sério, não diz pra ninguém!

v: vou colocar no blog

c: são as minhas fraquezas

Um comentário:

miimss disse...

É, tadinha da M. Soube que até acompanhou o C. nos jogos do Criciúma nesse verão... Mulher igual a essa não existe, mesmo.