31.5.09

Depois da proliferação dos anônimos

Enquanto eu não volto para o blog - vou me dedicar mesmo à minha banda de rock, é sério - gostaria de pelo menos criar um espaço para que os anônimos dêem sequência na coisa toda que surgiu aqui e possam se organizar seriamente. Caso seja possível, sou da opinião até de que os anônimos possam fazer posts, mas não estou disposto a dar muitas idéias de como isso pode acontecer. Uma coisa que pensei é: eu recebo o post por email, publico no dia e os outros anônimos votam para decidir se o post deve continuar ou não. Em última hipótese, ganhariam a senha, mas terão que trabalhar muito pra isso. Seria ótimo pra mim, pois ando com muita preguiça de escrever, principalmente depois que iniciei a coisa da música na minha vida, como vocês já devem ter percebido. Por outro lado, acho justo que os anônimos tenham um espaço mais nobre do que uma reles caixa de comentários, até porque o crescimento repentino do blog nas últimas semanas aconteceu graças a eles. Para saberem, o blog chegou a ter quase 800 visitas na semana em que os anônimos estavam todos malucos, 130 por dia. Outra coisa que os anônimos poderão ter: acesso a todas as informações. Por enquanto há apenas quatro anônimos declarados, dispostos a tomar o blog de mim, muito pouco para tanto barulho: anônimo 1, anônimo 3, anônima 7, anônimo 9. Mais algum?

14 comentários:

Anônimo disse...

isso já tá virando comunismo! eu não quero que os anônimos tomem conta de nada. entro aqui há mais de um ano pra ler o victor e não pra ler um monte de gente que não sabe nem escrever. por isso continuo sendo só anônimo, ponto.

anônimo 24 disse...

uuuuuuuuh! ainda bem que deu tempo pra pegar o 24!!! o que tem de biba louca lendo este blog não é brincadeira que eu seeeei!!!!

ricardo f disse...

Estimado Victor: se deixares o blog na mão destes anônimos, perdes um leitor. Eles não têm projeto de permanência. Em uma semana, o blog perderá toda sua qualidade textual. O que a anônima 7 diz não passa de um blefe: você continua sendo o soberano neste blog.

Anônimo disse...

vou copiar o que disse o ricardo e assino em baixo
Estimado Victor: se deixares o blog na mão destes anônimos, perdes um leitor. Eles não têm projeto de permanência. Em uma semana, o blog perderá toda sua qualidade textual. O que a anônima 7 diz não passa de um blefe: você continua sendo o soberano neste blog.

anônimo 3
não quero tomar blog de ninguém. gosto das coisas como estão.

Anônimo disse...

sugiro uma reunião às pressas, terça no blues. fechado?
sinceramente, não faço a mínima questão de ter esse blog, prefiro este rapaz que carrega flor até no nome.
anônima 7

Anônimo disse...

huuummmmm... rolou um sentimento. lembrem-se, caros leitores dos comentários, que há uns dias atrás falamos até de amor por aqui, sobre ser fácil amar anônimo - coisa que segundo o victor é.
agora, temos uma anônima à moda antiga.

e aí victor, é a hora da pergunta:
é namoro ou amizade?

Fábio Brüggemann disse...

também quero ser anônimo. como faz? quanto custa a taxa de inscrição? paga no besc? pode ser anônimo com nome?

Anônimo disse...

caro fábio,
anonimato aqui tem um preço, mas não dá para pagar em dinheiro não. o preço do anonimato é o próprio anonimato, ou seja, falta total e absoluta de reconhecimento. acaba que por mais brilhante que sejamos (claro que nada que chege próximo do nosso ídolo)não temos fãs, ninguém nos ama, ninguém nos chama para sair, ninguém nos acha legal e a gente sempre passa despercebido no matisse ou no blues. ah, e tem duas condições iniciais: ser ressentido e desconhecido. e também tem que ser meio burrinho, fraco com a língua portuguesa e achar que escreve bem, mas não escrever nada que preste.ou seja, não dá prá você não amigo.
quem sabe daqui a alguns anos, caso você caia no esquecimento - coisa que eu duvido que aconteça - e se torne uma figurinha invisível, aí quem sabe você poderá ter esse privilégio. antes disso, nada feito.
sinto muito, mas ser anônimo no blog do victor da rosa não é para qualquer um não.
um abraço

Seu terapeuta disse...

Gostei Victor,
Fez como lhe aconselhei.
Deixe esse blog para quem quer que seja. Deixe essa banda (não gostei das músicas da fita demo que você me deu). Deixe de passar horas jogando videogame e olhando para a janela.
Se concentre no que tem que ser feito, sua dissertação.
Cancelou o show?
Cancele o show! Depois não me venha pedir conselhos e antidepressivos. Já lhe disse que não sou psiquiatra.
Abraços e até a semana que vem.

Victor da Rosa disse...

Está bem seu Doutor, está bem.
Conselho tomado, show cancelado e blog fechado.

Anônimo disse...

ah! fábio, tu anônimo? o figurão da cidade não quer e nem pensa em ser um anônimo. mantenha-se assim. com esse talento todo, vais longe. deixe esse espaço para quem não tem tantas ambições.

Anônimo disse...

xiii - esqueci de assinar o último post. ass. anônimo 1. o único anônimo que dá a cara pra bater. e, um recadinho para o figurão da cidade. junte-se ao jean mafra e monte a banda mais engraçada do país. pense sobre isso. um conselho, não dê mais as caras por aqui, a não ser que queira viver um dia como um anônimo.

Anônimo disse...

esse negócio de ficar atacando o jean mafra e agora a nosso maior patrimônio literário, o indescritível, o grande escritor, o magnânimo, o paladino da ética, etc, etc, etc, fabio brüggeman não está com nada. peço retratação pública desse anônino, pois o que seria da cultura catarinense sem esse dois ícones,?alguém aqui saberia me responder?

Anônimo disse...

porra, tá certo que eu não sou a fã n°1 do fábio, mas colocá-lo no mesmo patamar do jean mafra aí já é avacalhar demais com nosso ilustre escritor. ele não merece!