17.6.09

4 -

Você acha que estou representando bem? Hoje em dia todos querem ser ator, você sabe. Eu dizia, não sinto nenhuma vontade de escrever pelas manhãs. Quando escurece é pior, não teremos mais tempo. Acordo limpo, olho as paredes do quarto, mas nada é branco o bastante. É fácil encontrar manchas, rachaduras, sinais do passado. Em todo lugar há memória. A existência de manchas e rachaduras já é motivo para o desespero? Até mesmo no calor da coberta há memória. Então eu aproximo a minha mão da parede. O vento testemunha que não é mais possível dormir com a janela aberta. Meu maior medo é que o chuveiro queime. Só a minha mão precisa de luz agora. Esqueço de tudo quando toco na parede fria. Meu corpo ainda permanece quente, espero. Há algo que nos separa. A parede é você.

Nenhum comentário: