22.6.09

Uma vez secador, sempre

É incrível como a imprensa brasileira - a esportiva é sempre a pior - compra a coisa toda com muita rapidez. A imprensa esportiva é tão burra quanto os jogadores, já disse isso alguma vez. Se os jogadores só dão respostas óbvias, com poucas exceções, as perguntas são tão ruins ou talvez piores. A questão é que até uma figura como Juca Kfouri já acredita que a seleção do Dunga encontrou seu lugar. Eu continuo secando a seleção do Dunga porque o Dunga é antiquado e a sua seleção continua indo, e só. E mesmo que fique boa eu continuarei secando porque sou intransigente. Não cheguei a secar contra a Itália porque não torço pra uma seleção que tem a metade de seus jogares bonitos. Jogador de futebol tem que ser feio, primeiro, e não pode se chamar Josué, segundo. De qualquer modo, o que eu vejo é o Luís Fabiano tirando gol do lugar nenhum. O lateral chuta torto e o Luís Fabiano domina a bola torta; Robinho perde o domínio da bola - Galvão diz que se trata de um "drible de corpo" e eufemismo maior não há - mas Luís Fabiano aparece do lugar nenhum pra marcar o segundo. A seleção da África do Sul é horrível, de fato. A esperança, então, está em uma bela vitória da Espanha.

2 comentários:

Lucian disse...

Edite teu texto. No lugar de Espanha, Estados Unidos.

Victor da Rosa disse...

putz, neste caso a lógica muda. não torço para os eua em nenhuma situação. ou então assisto somente a disputa do terceiro lugar.