2.7.09

D'Alessandro e o Situacionismo

Até que enfim uma partida de futebol completa - com expulsão, porradaria, gols, jogadas incríveis, correria e tudo mais. Se o Kaká tivesse jogando, em qualquer time, garanto que o jogo teria sido mais fresco. Gostei do D'Alessandro: jogou muito e no final ainda foi dar porrada em um sujeito maior que ele. Pena que não conseguiu. Mas é nervosinho, tem futuro. O zagueiro do Corinthians também se saiu muito bem, soube desviar os golpes com elegância. É isso, o Cristian provocou se jogando no chão e pá, sabe que vai dar problema. Todo mundo pira quando dá confusão em futebol, mas ninguém assume. É óbvio que o jogo fica muito melhor. Jogador sabe que não vai apanhar se não provocar o outro. Se quiser jogar de boa, está no direito. Se quiser confusão, também está. Então deixa a galera trabalhar em paz. Não vem dizer que atrapalha o espetáculo. Comentarista diz estas bobagens e não sabe nem o que significa a palavra espetáculo. Nem leu Guy Debord direito, situacionismo internacional, nada. Espetáculo é isso, é exatamente isso.

3 comentários:

Pedro disse...

É redundância de espetáculo!

Lucian disse...

O meu desejo e das 50 mil pessoas que estavam lá era que ele tivesse acertado uma de esquerda naquele babaca. Mas tudo bem, ainda tem o brasileirão pra isso acontecer.

Dentinho disse...

Salve o Corinthians!
Timão é campeão!
Chora gauchada!
Gauchada nervosa, chora pra mamãe!
Somos um bando de loucos.
Timão!