21.7.09

"O único catarinense em Gramado"

Qual é sua expectativa?

Minha expectativa era ganhar, naturalmente.

Não, sim, digo, com o Festival.

Minha expectativa é que os filmes sejam bons, pois terei que assistir a muitos filmes e geralmente sinto sono em salas de cinema e então durmo, o que eu não acho nenhum problema, de verdade, pois assim edito meu próprio filme com o sono, mas neste caso precisarei fazer uma avaliação como jurado.

O que você acha do cinema brasileiro?

Acho um horror, de modo geral. O que gosto no cinema brasileiro são os filmes que sabem disfarçar que são brasileiros. Fernando Meirelles, por exemplo, é uma piada. O cara é tucano. Não levo a sério nenhum artista tucano. Linha de passe é uma exceção. É um filme brasileiro com cara de brasileiro e que consegue, apesar de tudo, ser muito bom, você não acha?

Poderia dizer o motivo que o levou a escrever sobre Linha de passe?

Primeiro pensei em escrever sobre A Erva do Rato, de Julio Bressane, mas depois pensei: putz, vai ficar um texto chato, ninguém vai gostar. Não me importo de escrever textos chatos, aliás gosto mais dos textos que são chatos, mas neste caso tratava-se de um concurso e os jurados seriam jornalistas. Então pensei: tenho que escrever um texto pra pegar, saca? Bem, nada melhor do que o futebol. No texto, você deve ter percebido, eu quase não falo sobre cinema, arte que domino muito pouco, mas basicamente sobre futebol.

Você torce para Vasco e Figueirense.....

Pois é. Acho que é por isso que o texto ficou legal. Há uma implicação subjetiva nele, uma entrega. Assisti Linha de passe algumas vezes justamente no ano em que meus dois times prometiam cair pra segundona, como no filme. Aliás, o meu caso é muito mais radical. São dois times. E o Vasco é muito maior do que o Corinthians, naturalmente. Tenho um amigo que diz: prefiro levar um corno do que ver meu time na segundona. No meu caso, foram dois. Digo, dois times. Imagine isso! O Salles devia ter feito o filme sobre a minha experiência.

E do cinema catarinense, o que você acha?

Sabe, eu fui pesquisar a história do cinema catarinense em Gramado logo que soube da notícia. Você sabe que Zeca Pires foi vaiado de pé na sua última participação?

Vamos mudar de assunto (...)

A continuação, aqui.

7 comentários:

tiago disse...

vamos estar bem representado..

tiago disse...

s

Lucian disse...

Faça um diário eletrônico de lá. Deve ter muito material para ironia.

Lucian disse...

"a primeira delas é por conta do treinamento que receberá da organização do festival com os critérios que deverão ser observados para analisar os filmes."

Treinamento para ser crítico? Não consigo nem imaginar as besteiras que devem sair disso.

Júlia Eleguida disse...

vi que o wim wenders vai fazer um filme sobre a pina bausch. droga sempre mudo de assunto, era para falar de futebol.

Alexandre Nodari disse...

A primeira lição pra crítico será: "Não se pode comparar cinema com literatura"...

Victor da Rosa disse...

serei submetido a uma leitura sistemática de .........