4.10.09

A corte jamais passou por aqui

Que falta de elegância, mano, reclama Pablo, morador das ruas de Coqueiros, ex-porteiro em Santos, 35 anos, barbudo, dono de uma mochila e de mais nada neste mundo, depois que uma mulher lhe fecha o vidro do carro na cara; ou seja, até mendigo já sabe que a corte jamais passou por aqui.

Nenhum comentário: