17.10.09

A parte do fogo


O acervo de Hélio Oiticica, aqui

Atualização: O artista/coletivo Luther Blisset enviou um comunicado à imprensa brasileira assumindo a autoria do incêndio que destruiu a maior parte do acervo do artista plástico Hélio Oiticica. Nele, o artista/coletivo justifica o ato como um protesto à propriedade privada de um acervo que deveria "ser de domínio público e estar disponível ao público, ao invés de ficar guardado nos porões da casa da família". Em uma óbvia referência mitológica, afirmou: "é preciso queimar as obras tratadas como mercadoria, para que renasçam das cinzas em múltiplas cópias que possam ser compartilhadas pela grande massa".

7 comentários:

Ruy Vasconcelos disse...

putz,q. zorra, meu. logo do oiticica!

Anônimo disse...

notícia triste. parece que alguém morreu. na verdade, parece que o oiticica morreu outra vez. notícia triste mesmo.
victor, esse foi o post mais bonito dos últimos tempos.

Rossi disse...

Do pó viestes e ao pó voltarás.

Eunice Boreau disse...

fênix operídica

jess. disse...

Blissett, do duplo tê

jean mafra em minúsculas disse...

que cretino. coisa mais triste...

Anônimo disse...

e daí?