3.12.09

Uma cena bem convincente

Quando cheguei no Teatro da UBRO, ontem, atrasado uns minutos, para assistir Ímpeto outra vez, com as portas do teatro já fechadas, chamei o vigia pelo vidro da janela e perguntei baixinho se a peça já tinha começado; e ele respondeu, enquanto abria a porta - bem baixinho, também - que não, a peça não tinha começado, mas eu já podia escutar os atores em cena, e então fiquei imaginando se o vigia - que no escuro era apenas um senhor pequeno com seu boné azul - se o vigia estava de brincadeira comigo, afinal, se aquilo era já uma cena de fato. É que a peça é sobre uma peça que não começa nunca.

4 comentários:

Bárbara disse...

Se eu soubesse! Poderíamos ter chamado-o pra uma cerveja depois. Valeu pela presença, Vitor, e pela divulgação.

Í.ta** disse...

hahahaha.

boa situação!

miimss disse...

opa, é a mesma peça que assistimos no ceart? se não me engano naquela apresentação tu fostes incitado/convocado a contracenar com uma das atrizes...

Victor da Rosa disse...

é teatro interativo; desta vez eu fiz a sonoplastia com o celular.