24.11.10

Retrato de um artista quando jovem



Antes de filmar Cidadão Kane e mudar a história do cinema, em 1941 - no alto de seus 26 anos - Orson Welles, órfão de pai e mãe, já tinha feito algumas coisas da vida. Com 16 anos de idade, estudou pintura na Irlanda, onde tornou-se também, no Teatro de Dublin, ator profissional; depois foi pra Marrocos estudar desenho e lá ficou uns meses; antes de voltar aos Estados Unidos, com 18 anos de idade, passou algum tempo em Sevilha, toureando; e então fundou, já em Nova Iorque, aos 22 anos, sua própria companhia de teatro, com montagens alucinadas de Shakespeare - Welles não se interessava muito por estudos formais - depois de fazer sucesso na Broadway durante dois ou três anos; um ano depois, ainda, tornou-se conhecido mundialmente por aquela transmissão radiofônica que provocou pânico em meio mundo; mas antes, principalmente durante as viagens que fazia com a companhia de teatro, ganhava uma grana com quiromancia, em uma barraca improvisada, adivinhando que as pessoas tinham uma cicatriz no joelho e um trauma aos 13 anos de idade.

Nenhum comentário: