18.9.12

Carta de um leitor


Caro Victor: Francamente, acho que voce deveria ser proibido de escrever bobagens em jornais. Um (jornalista?) dizendo uma bobagem dessa sobre musica ao vivo e tecendo comentario sobre o musico, como se tu entendes-te alguma coisa de musica. Saiba que fui músico de bar e banda, por mais de 30 anos, hoje sou aposentado, e nunca vi um idiota como tú tecer um comentario tão RIDICULO SOBRE O ASSUNTO, ainda mais de um sujeito que se diz jornalista. Teus colegas devem estar morrendo de vergonha pelo teu comentario. Alias tú és jornalista ? Pelo que sei MUSICO É PROFISSÃO. JORNALISTA É?

Me admira é a RBS DEIXAR TU ESCREVER NUM JORNAL TÃO GABARITADO. No minimo, tu não sabe de musica, tu deve ser aquele complexado que não consegue cantarolar nem musica de propaganda politica, não conhece nota musical /cifras/ tom/pentagrama por ai a fora. Acho que tu nem sabe quando um cara é desafinado. Quer fazer comentario sobre musico e musica, vai estudar pra não escrever baboseira. Faz melhor: troca de bar, vais fazer grande favor aos musicos pois tu deve ser daqueles caras metido a intelectual e xarope. Tu vive do que? de escrever? Musico vive de musica? Ou musico tem que tocar de graça ainda mais para um mala como tú? Dá liçença né ô mandurico.

 * 

Meu caro José. Não quis em nenhum momento ofender os músicos. Desculpe se assim pareceu. Pelo contrário, tenho muitos amigos que são músicos, inclusive familiares! Só que eu gosto de ouvir música quando eu saio de casa pensando nisso, disposto e interessado nisso, sabendo o que vou ouvir, pois assim posso dedicar a atenção necessária que um músico merece. Aliás, você como músico deve saber o quanto é chato para o próprio músico ter que tocar em bar, quando ninguém está prestando atenção. Acho inclusive que música ao vivo em bar, da maneira como é explorada - ou da maneira como eu descrevo em meu texto - consiste em uma falta de respeito com o trabalho do próprio músico. De qualquer modo, em nenhum momento defendo que isso deve acabar. Se as pessoas estão dispostas a encarar as coisas dessa maneira - tanto os músicos quanto o público - tudo bem. Um abraço, Victor.

12 comentários:

Anônimo disse...

Vivemos numa sociedade que podemos escolher onde ir e vir, quanto ao gosto musical deve ser respeitado por uma questão de gostar ou não , voce como publicitário deveria guardar sua opinião para você, e publicar o que a maioria prefere, foste muito infeliz em seu comentário, quanto a músicas em bares, faça uma enquete reveja e veja a opinião da maioria dai sim podes comentar, porque tens fatos conclusivos em mãos

Victor da Rosa disse...

Não sou publicitário. Escrevo crônicas.

Milton nascimento disse...

Eu apoio o Victor da Rosa. Primeiro, música ao vivo é mais chato que dançar com a irmã; segundo, a maioria dos músicos tem um repertório limitado, repetitivo e tosco; terceiro, todo esse tititi só mostra que além de chatos pra dedéu são também muito mal humorados e não conseguem ler nas entrelinhas; último, uma questão filosófica: o Zeca Pires é raso ou profundo?

manoeladeborba disse...

Alias tú és jornalista ? Pelo que sei MUSICO É PROFISSÃO. JORNALISTA É?
sempre sobra para o jornalista.

iur gomez disse...

Padeço do mesmo tormento. Saio para uma cerveja e me aparece um sujeito com violão e Djavan na boca. a vantagem é trocar de bar... ou o que resta. quando quero ouvir música, prefiro fazer a escolha (mas isso não significa desmerecer esses profissionais, nunca)

Victor da Rosa disse...

Oi, Manu. Já disseram até que sou publicitário.

Iago Livramento disse...

O que está em questão é que vc Sr Victor Rosa, falar comose fosse o dono da verdade, ainda mais num jornal tao lido qnt esse, como nosso amigo falou, os profissionais que trabalham com vc deveriam sentir vergonha, pq seu comentario foi um tanto qnt inoportuno, todo mundo tem direito de ir e vir, e a classe dos musicos tem direito de trabalhar, se nao te agrada a musica do cara, sinta-se a vontade em se retirar, mas assim como a galera q compra o jornal indiretamente paga teu salario, o couvert paga o "salario" do musico, entao da proxima vez q vc for a um bar, se informe antes se vai ter musica ao vivo e qnt custaria o couvert, se nao te agradar, por favor, siga para o proximo bar.

Anônimo disse...

Pai afaste de mim esses Livramentos. Afaste de mim esses músicos e mande um vinho tinto!

Branco disse...

Não seria o caso de apenas optar por um bar sem música ao vivo?

Victor da Rosa disse...

Minha experiência é quase sempre ser pego de surpresa.

Anônimo disse...

"entendes-te"! UHAUHHUAUHAUHAUHA

Anônimo disse...

Se musica ao vivo, espanta-se cliente, os donos de bares não contratariam músicos.
A boa música sempre foi o principal chamariz de clientes para um bar.
A maioria dos Bares Noturnos quando em seu planejamento estratégico a música ao vivo não fez parte do seu portfólio de marketing...., abre e após alguns meses a coisa não anda boa, umas das opções mais utilizadas por donos de bares é a contratação de música ao vivo,
Quantas vezes... músicos já salvaram bares e casas noturnas de irem a falência ??
Eu digo: Milhares de vezes !!
e muitas vezes estas casa se tornaram points ou referência na noite de Floripa.
É por isto que muitas vezes o palco é improvisado, o acesso para o músico montar seu equipamento é terrível, o item musica é a ultima coisa a ser pensada, e muitas vezes ela é a salvadora da pátria de muitos bares.
O Músico dá um bom retorno financeiro aos bares, ou você acha que dono de bar faz isto por caridade... business is business !!
“tenho a impressão que todo mundo sai perdendo”: ( Victor da Rosa)
Esta sua impressão é algo da mãe Diná. !!.se a sua via for dirigida por sua impressões
Mude !! elas estão totalmente fora da casinha ou de um bar com música ao vivo.
Há milhares de bares, os que tem música ao vivo, 99% tem uma placa anunciando com nome da banda, tipo de som e valor couvert artístico, se não tiver ... pergunte !!
Tem musica ao vivo ??



Se a resposta for sim..



Senão gostar de música ao vivo em bar .



.. procure outro que não tenha música !!



Se gostar de música



Se não gostar do estilo de musica !! valor do couvert alto para você !!



procure outro bar

Ninguém é obrigado a nada !! não existe pegadinha !!
Vivemos numa democracia, você tem todo o direito de não gostar de música ao vivo em bar, tudo bem !!
“ Quando você menos espera, alguém começa a tocar violão” ( Victor da Rosa)
Peraí !! você não viu uma placa fora ou dentro.. anunciando a música ao vivo !! você não viu um pequeno palco, que seja um banquinho !! você não viu caixas de som, você não viu um violão, uma mesinha de som !! se você não viu isto tudo e quando a música começou a tocar .. você não gostando.... fica .!! ....você tem problema rapaz !!

Imagino você entrando no Gruta Azul.. pedindo uma picanha mal passada, reclamando que a iluminação tá fraca , que tem muita mulher, que elas não estão vestidas decentemente e que estão dando em cima de você !! Você não leu a placa !!, se era um restaurante, um açougue, uma padaria, por isto fica só escolhendo musica no juke-box !!

Ou você escreveu isto só para gerar polêmica e trazer notoriedade para seu nome!!
as custas de uma classe artística, profissional, digna e batalhadora que não tem carteira assinada, direito a férias, 13º salário, vale alimentação, vale transporte, assistência médica, que ganha pouco dinheiro..mas honestamente.... e faz tudo isto porque ama o que faz.. que estuda música, ensaia, faz arranjo, etc.
Não escreva por escrever, ou que no texto tenha encaixado uma boa piada ou polemica, você tem todo direito de escrever as suas idéias, seus pensamentos seu gosto, isso é inegável !! mas por favor !! não invente argumentos !! não recheie com inverdades !!
não tempere suas histórias com a difamação de uma classe que leva só alegria, paz, momentos de felicidades e emoção para as pessoas.